Anônimo

Coluna do Anônimo

Veja todas as colunas

Quem paga o pato? 

... Alberto Rodrigues e o Samuel Venâncio, que devem estar na mira do Flamengo para serem seus representantes na imprensa carioca?

09/01/2019 às 06:46

Amigos, venho ocupar minha prerrogativa de fala para, indignado, desabafar sobre as verdades absolutas que o futebol traz aos seus preferidos. É fato que todos choram juntos o valor que hoje rege o esporte: dinheiro. Ninguém tem mais amor por camisa. Cada qual lembra de um ídolo seu do passado a cada saída de um atual craque para urrar: “aquele, sim, vestia o uniforme com lealdade”. 

Mas como toda regra tem sua exceção, a do futebol é uma só, que vai dos erros da arbitragem ao mercado de jogadores: tudo pode se não me atingir. Pois bem. Lembram quando injustamente o Cruzeiro perdeu Dedé nas disputas com o vice-campeão Boca Juniors na Libertadores? Dissemos que isso deveria ser uma briga nacional, pois poderia acontecer com qualquer um. Mas o choro foi solitário, e depois choraram Palmeiras e Grêmio.

Não vou me prolongar em águas passadas. Quero mesmo falar de causa atual: mercado. Não tem como fugir do caso Arrascaeta, que tomou proporções sul-americanas, já que o atleta deixou Belo Horizonte rumo ao Uruguai enquanto seu representante, o Cruzeiro e o Flamengo resolviam seu imbróglio. 

Como os envolvidos decidiram colaborar com a imprensa e levar o caso para os microfones, cada um se deu o direito de escolher um lado, defender e opinar como bem entendia. E eu vou logo dizendo que vim defender o Cruzeiro, pra não deixar brechas de dúvidas, nem persuadir como os idiotas da objetividade do eixo estão fazendo. Porque, é claro, eles estão defendendo o Flamengo.

Sem mais delongas. Não vou facilitar a vida de vocês quanto a números, porque eles estão espalhados em todos os lugares. Acho, inclusive, que quem anda chamando o Cruzeiro de caloteiro não vê quanto deve cada clube. Defender essa negociação por conta das dívidas da equipe celeste é pedir para parar o futebol. Dizer que o Cruzeiro monta time sem pagar, enquanto outros se desdobram para a conta permanecer na ponta do lápis… tô até agora procurando um clube sem dívidas. 

Não estou aqui defendendo quem não paga suas contas, mas justificar esse erro para uma sondagem às escuras e um pontapé na porta de trás para deixar o clube não vale. Tudo o que o Cruzeiro fez é o que o torcedor pede: tentar segurar um time campeão. Não vi ninguém defender Itair Machado por não estar pensando em dinheiro, ainda que esteja precisando. Ao contrário, berram as contas do clube e não o parabenizam por ouvir a súplica de qualquer amante do futebol de manter os ídolos no time. Venhamos, torcedor lá quer saber de contas? Acha que a comemoração foi pelo título da Copa do Brasil ou pelos R$ 60 milhões que entraram em conta? 

Ora, decidam vocês! Neymar é mercenário por trocar Barcelona por PSG; e na história do Arrascaeta o errado é o Cruzeiro por tentar mantê-lo? Olha o que o time fez por Dedé e Thiago Neves! Exaltam as compras do Palmeiras, mas não ressaltam a manutenção do Cruzeiro - cito os dois por serem os atuais campeões nacionais. Ignoram os patrocinadores do time paulista ao exaltarem seu poder de mercado e colocam os colaboradores do time mineiro como parte das dívidas do clube. Por aqui, empréstimo, por lá, doação?

Acho se esqueceram também que em 2016 o ex-jogador de futebol e ídolo nacional, Romário, deu um desconto de 50% para, enfim, receber uma dívida junto ao Flamengo que já se estendia por 21 anos. (Volte à frase anterior e a leia novamente; é muito absurdo para passar batido). Além disso, quem não lembra da célebre frase do Vampeta: "Eles fingem que pagam, a gente finge que joga"? E eu queria ouvir dos crucificadores nesse momento: é injusto tudo o que o clube conquistou nesse período sendo que tinha dívidas não pagas? Um Brasileirão, duas Copas do Brasil, mais de dez estaduais, entre outros… quem fala disso? Ninguém! Porque todo mundo faz. Me conta aí um clube que não têm dívida?

Outra coisa: a própria Copa São Paulo de Futebol Júnior é um antro de brigas entre os grandes por aliciamento de atletas, e, exceto os maravilhosos internautas que não deixam nada passar, não vejo imprensa reclamando do assédio do Flamengo em cima dos atletas do Cruzeiro e outros clubes brasileiros. Até o Robertinho, amigos, preparador de goleiros na Toca da Raposa, foi alvo do todo poderoso rubro-negro neste mercado. 

Preocupo-me agora com o sr. Emanuel Carneiro. Será que já deve acionar seu jurídico - embora pouca importância as leis têm no futebol -, para tentar segurar na Rádio Itatiaia o Alberto Rodrigues e o Samuel Venâncio, que devem estar na mira do Flamengo para serem seus representantes na imprensa carioca? Qual culpa levaríamos nessa história? Porque o Flamengo “paga tudo”, menos o pato.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ América marca no fim e arranca empate com a Caldense na estreia na temporada: https://t.co/KrX2BepmoZ https://t.co/LmV0f1Pfyr

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Tudo se encaminhava para uma vitória da Veterana, mas Leandro Silva garantiu o ponto do Coelho.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Clube já terá a marca na camisa no jogo deste domingo.

    Acessar Link