Rômulo Ávila

Coluna do Rômulo Ávila

Veja todas as colunas

Atlético entrega; Cruzeiro despacha 

12/07/2019 às 06:59

Vinnicius Silva/Cruzeiro

Fui perguntado na redação de jornalismo da Itatiaia qual era meu palpite para o clássico entre Cruzeiro e Atlético. Respondi que o Cruzeiro resolveria a classificação já no primeiro jogo. Fui contestado por todos, inclusive pelos colegas Helen Araújo e Alexandre Nascimento, dois cruzeirenses fanáticos. De fato era o que eu achava. Primeiro, porque esse inferno administrativo do Cruzeiro deixou o grupo mais fechado; segundo, porque o elenco celeste é muito superior ao do Atlético;  terceiro, porque o rival é horrível como visitante. 

No entanto, não pensava que a vitória do Cruzeiro chegaria tão fácil. Imaginava um jogo de pressão da Raposa, com marcação alta e intensidade. Mas o Cruzeiro não precisou fazer nada disso. Esperou com tranquilidade e foi letal nos erros cometidos pelo Atlético. E foram muitos.

O primeiro foi de Victor. Não tiro aqui o mérito do chute forte do excelente Pedro Rocha, mas um goleiro do nível do atleticano não pode tomar um gol daquele. Falhou e isso é fato. 

A vantagem no placar tirou a pressão do Cruzeiro e desequilibrou totalmente a boa postura inicial do Atlético. Coube ao Cruzeiro só esperar. Rever e Zé Welison entregaram o segundo, numa lambança difícil de ver até no sub-15.  

O terceiro gol foi a cereja do bolo na noite mágica da Raposa e trágica do Galo. Parecia treino, retratando bem o que foi o Atlético na partida. Robinho aproveitou vacilo de Elias e teve duas chances para marcar. Gol de pelada. Fiquei me perguntando onde estava Victor quando a bola entrou mansamente nas redes. Ele pulou um ano antes e levantou um ano depois. E que fique claro: os erros do Atlético não tiram o mérito da excelente partida tática do Cruzeiro. Marcou bem e atacou de maneira fatal, mas não precisou fazer nada além disso. 

Fiquei com a impressão que o Atlético passou a parada para a disputa da Copa América no sofá e o Cruzeiro se fechou. Certo que o primeiro semifinalista da Copa do Brasil é o Cruzeiro. Pelo jogo, 3 a 0 foi pouco, mas suficiente para garantir a vaga. Vejo uma virada alvinegra impossível. Ao Atlético resta corrigir os erros e pensar na Copa Sul-Americana, já que no Brasileiro a chance de título é zero.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link