Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Veja todas as colunas

O Atlético precisa de foco

É preciso sentar, conversar e ajustar os pontos, da diretoria aos jogadores

09/02/2018 às 02:24

Apático: essa é a melhor definição para o Atlético de 2018. Já são sete partidas, incluindo Copa da Flórida, Campeonato Mineiro e Copa do Brasil. O time alvinegro só conseguiu vencer dois adversários: Democrata e URT, ambos pelo Estadual. Fora isso, foram três empates e duas derrotas. Isso é muito pouco para um time com a estrutura do Atlético. 

A torcida não está satisfeita por “n” motivos com o clube, e tem toda razão. Com todo respeito do mundo ao Atlético Acreano, mas é inadmissível um time, com a grandeza do Galo, sofrer para empatar com um adversário cuja folha salarial é menor que o salário de um jogador reserva da Cidade do Galo: R$120.000,00. É inaceitável. 

E entre más atuações, polêmicas e erros, o Atlético anunciou nesta sexta-feira, a demissão do técnico Oswaldo de Oliveira. Foram quatro meses na Cidade do Galo, com 20 jogos, sendo oito vitórias, nove empates e três derrotas. Ao todo, um aproveitamento de 55%. Talvez, o treinador precisasse de mais tempo para colocar as coisas no eixo, mas diante dos últimos acontecimentos e da atuação do time, a permanência de Oswaldo ficou inviável. 

A reação do treinador ao ser questionado por um repórter foi destaque na imprensa internacional, e desgastou um pouco a relação com o clube. Mas ainda que nada disso tivesse ocorrido, a diretoria precisaria tomar uma atitude. Afinal, ninguém é capaz de duvidar que o elenco do Atlético, se quiser jogar, pode render mais. Ou seria exagero da minha parte cobrar de um time que tem Cazares, Leonardo Silva, Elias, Otero, Ricardo Oliveira e Victor? O Galo precisa “cantar alto pra massa ouvir”. Bem mais alto, né, Claudio Rezende?

Quem será o substituto de Oswaldo? Cuca? Ainda não sabemos. A única certeza que temos é que o presidente Sérgio Sette Câmara vai ter muito trabalho pela frente e tem muita competência pra isso. Ele tem uma equipe capaz para caminhar junto a ele. 

É preciso sentar, conversar e ajustar os pontos, da diretoria aos jogadores. Quando um ganha, todos comemoram. Quando um erra, todo mundo tem que consertar também! Equipe é coletividade. Não há nada perdido e nem há motivo para desespero da torcida! 

Há tempo para rever tudo! Só é preciso ter foco! 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Delegado Christiano Xavier é eleito prefeito de Santa Luzia com 54% dos votos válidos: https://t.co/hhOEUzcwW9 https://t.co/TmeRGeu9Hw

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Cidade da Grande BH tem novo chefe no Executivo.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O relatório indica que quanto menor a escolaridade dos pais, maior é a proporção dos interessados na carreira.

    Acessar Link