Notícias

Goleiro da Chapecoense é suspeito de ferir ex-namorada com faca e roubar celulares em Minas

Por Redação, 14/03/2019 às 14:28
atualizado em: 14/03/2019 às 15:35

Texto:

Foto: Márcio Cunha/Chapecoense
Márcio Cunha/Chapecoense

A polícia procura pelo goleiro da Chapecoense Gilsivan Neres da Silva, mais conhecido como Ivan Soares, de 34 anos, suspeito de ferir a ex-namorada com uma faca em Espinosa, no Norte de Minas, na tarde dessa quarta-feira (13). Ele ainda teria roubado os celulares dela e de um rapaz.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o goleiro estava em um carro com placa de Santa Catarina e teria abordado o jovem e o ameaçado dizendo que estava armado, fazendo com que o rapaz entregasse o aparelho. Segundo os militares, Ivan queria verificar se havia mensagens da ex-namorada no telefone. A vítima conseguiu escapar e acionou os policiais. 

Em seguida, Ivan foi a um salão de beleza onde estava a ex-companheira dele, Laíse Gabriela Alves Fernandes, de 30 anos. Eles teriam discutido e o goleiro teria forçado a mulher a entregar o celular. O jogador teria apontado uma faca para a jovem para que Laíse desbloqueasse o aparelho. Ela resistiu e, durante a briga, a faca caiu e atingiu o pé esquerdo da vítima, que foi levada ao hospital da cidade. Ivan ainda teria destruído o salão.

Divulgação/Polícia Militar

A Itatiaia entrou em contato com a Chapeconese. O clube informou que Gilsivan tem familiares no Norte de Minas e foi liberado para resolver questões pessoais. Ele deveria ter se apresentado na última terça-feira (12), mas até a tarde desta quinta ainda não compareceu à sede do clube, que emitirá uma nota sobre o caso até o final desta tarde.

 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Em jogo festivo no Mineirão, Atlético encara o Tupynambás por vaga nas semifinais do Mineiro:… https://t.co/JcbTPybKug

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Campanhas de conscientização estão entre os principais responsáveis pela queda nos números

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Medicamentos falsos podem trazer vários problemas de saúde, piora do quadro clínico e até mesmo matar.

    Acessar Link