DIGI+ Campeão Mineiro - Internas

Notícias

Prosa Poética, por Mary Arantes, no Tarde Ponto Com: 'Invente moda pra ser feliz'

Por Mary Arantes, 10/06/2019 às 17:21
atualizado em: 10/06/2019 às 17:26

Texto:

00:00 00:00

Já pensou em como seria sua vida sem amigos? Tem coisa melhor que um bom papo, pode ser furado mesmo, o tempo gasto em nada, porque tudo ao lado de um amigo tem mais valor, até o nada. Rir da vida, contar histórias repetidas, “bubiças” que a gente só tem coragem de falar pra amigos.

Semanalmente, reunimos em casa, uma turma de amigos cujo nome é “Cinema de Quinta”.  Muitas vezes a turma vem, sem nem saber qual filme será assistido, é que com o passar do tempo o filme passou a ficar em terceiro plano. O primeiro ficou sendo o encontro por si só, o segundo, a comida, comunhão farta e certa. Cada um trás uma coisa, pode fazer em casa ou comprar na padaria. Vale tudo, vinho, refrigerantes, pães, galinhada, goiabada com queijo, farofa, mais ou menos como as famílias fazem no natal, nada combinando com nada.

O horário de chegada é 19h30, pois tem quem saí do serviço e vem direto. Depois do lanche vem o filme, que com raríssimas exceções, é sempre bom. Mas se for ruim, já é sabido que não fazemos devolução de ingressos. E lá pelas 10 e meia 11 horas, a casa fica vazia novamente.

Antigamente saímos quase toda sexta-feira pra jantar fora, mas a vida hoje não tem nos permitido essa folga, e vimos nesse encontro semanal, uma solução maravilhosa.  Tem gente que vem só pro lanche. Isso também vale. O importante é o abraço.

O que quero te dizer é que, se você gostou da história, pode copiar o modelo. Semanalmente ou de 15 em 15 dias, uma vez por mês, pode ter rodízio, cada vez na casa de um casal, enfim, o importante é estabelecer o dia de ser feliz. Se for fim do mês e não tiver dinheiro pra bebida, sirva limonada. Se só tiver mandioca na geladeira, faça um caldo delicioso, sirva broa com café ou combinem que será sempre coca cola com pipoca, quer combinação melhor?!  Veja um filme na TV, ou não vejam filme algum, recitem poesias, leiam livros, cantem, mas encontrem e se encantem pela vida.

Minha casa na quinta, mais parece Casa-de-Mãe-Joana, se um tem bananeira em casa, trás uma penca da colheita, se tenho limão sobrando, dou pro outro levar, uma amiga trás flores do quintal pra enfeitar nossa mesa, a troca é sempre afetiva e encantadora. E todos, homens e mulheres, sabem de cor onde fica o abridor de garrafas, a xícara pro café e os talheres. Ver todos ali reunidos, como uma grande família, um verdadeiro furdunço afetivo, é sempre um afago na alma. E quando chega o natal, nem temos mais feito confraternização, sabe porque? Já celebramos o ano inteiro. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️🇧🇷 #CopaAméricaNaItatiaia Brasil enfrenta o Paraguai nas quartas de final. Duelo quinta-feira, 27, na Arena do Gr… https://t.co/Cu8oOX9aSJ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Na visão do zagueiro, time terá duelos complicados logo no retorno às competições

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Elenco celeste iniciará um regime de concentração e permanecerá na Toca da Raposa II até o próximo domingo

    Acessar Link