PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

Rodrigo Maia diz que trabalhará para mudar salário médio de R$ 30 mil na Câmara Federal

Por Agência Estado, 12/08/2019 às 13:49
atualizado em: 12/08/2019 às 16:25

Texto:

Foto: José Cruz/Agência Brasil
José Cruz/Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai trabalhar para mudar o salário médio de R$ 30 mil na Câmara dos Deputados para diminuir o custo da administração pública, que, segundo ele, ficou "cara". "A administração pública custa 67% a mais que o setor privado. Nos Estados, a média é 30% maior. Não podemos ter salário médio de R$ 30 mil na Câmara dos Deputados", disse ele, em evento promovido pelo Santander Brasil, na manhã desta segunda-feira em São Paulo.

Segundo Maia, o governo já garantiu que encaminha ao Congresso uma reforma da administração pública. 

Ele espera que a mudança estimule o Supremo Tribunal Federal (STF) a fazer a mesma coisa. 

Maia informou ainda que o debate terá início no segundo semestre e que essa é uma agenda decisiva do ponto de vista do gasto público.

"Os servidores têm direito adquirido. Não vamos olhar para trás, mas para frente, para reorganizar a máquina para que quando tenhamos de contratar novos servidores já tenhamos uma outra estrutura", disse o presidente da Câmara.

Maia afirmou que é muito importante voltar a se construir carreiras na administração pública. Segundo ele, o servidor público tem estabilidade, mas quer ganhar como o setor privado. Nesses casos, aconselhou pedir demissão e migrar de lado.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Informação foi dada a representantes dos funcionários da segurança pública.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Aconteceu de novo. Uma mulher foi esmagada dentro do próprio carro, por um caminhão desgovernado, em um bairro da Zona Sul de Belo Horizonte'. Leia a coluna de Eduardo Costa

    Acessar Link