Notícias

União Europeia lamenta posse de Nicolás Maduro e diz que reagirá se crise piorar

Por ANSA, 10/01/2019 às 17:16
atualizado em: 10/01/2019 às 19:58

Texto:


A União Europeia (UE) lamentou nesta quinta-feira a posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e afirmou estar pronta a reagir a "decisões e ações que comprometam ainda mais as instituições e princípios democráticos, o Estado de direito e os direitos humanos" no país. "As eleições presidenciais na Venezuela não foram nem livres nem justas. Os resultados careceram de credibilidade, já que o processo eleitoral não proporcionou as garantias necessárias para a realização de eleições integradoras e democráticas", afirmou a alta representante da UE, Federica Mogherini, em nota.

O comunicado foi divulgado poucas horas depois que Maduro tomou posse de seu segundo mandato como presidente da Venezuela. No texto, Mogherini "lamenta profundamente" que o seu apelo à realização de eleições livres e justas tenha sido ignorado. Além disso, ela ressalta que isso afasta "ainda mais a possibilidade de uma solução constitucional negociada", principalmente porque a "situação política, econômica e social no país continua se agravando".

 "A UE continua convicta de que uma solução política democrática e pacífica é a única saída sustentável da crise venezuelana", acrescentou a chefe de diplomacia europeia.

Por fim, Mogherini pediu para Maduro "reconhecer e respeitar o papel e a independência da Assembleia Nacional como instituição eleita democraticamente" e reiterou que a UE continuará a acompanhar de perto a evolução da situação na Venezuela.

O bloco está pronto "a reagir, através de medidas adequadas, a decisões e ações que comprometam ainda mais as instituições e princípios democráticos, o Estado de direito e os direitos humanos", concluiu. 


 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ex-diplomata diz que Brasil ganhou confiança dos Estados Unidos com visita de Bolsonaro: https://t.co/EaY0hAlbgO https://t.co/ViiGjrKZSV

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Campanhas de conscientização estão entre os principais responsáveis pela queda nos números

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Medicamentos falsos podem trazer vários problemas de saúde, piora do quadro clínico e até mesmo matar.

    Acessar Link