Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

'Carnaval poderá ocorrer só se tiver vacina até lá'

27/07/2020 às 04:58
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

A cidade de São Paulo já anunciou o adiamento do Carnaval, e o Rio de Janeiro cancelou a queima de fogos do Ano Novo. Em Belo Horizonte, o anúncio oficial sobre o Carnaval ainda não foi feito, mas nos bastidores, fontes da cúpula da Prefeitura afirmaram à coluna Em Cima do Fato que, na capital mineira, o “carnaval poderá ocorrer só se tiver vacina até lá” e disseram ainda que o Carnaval só será discutido depois que a pandemia de covid-19 estiver sob controle. 

Nesse ano, o Carnaval em Belo Horizonte reuniu 4,5 milhões de pessoas e, ao longo dos últimos cinco anos, vem se consolidando como uma das maiores festas de rua do Brasil. Apesar de críticos afirmarem que o Carnaval pode ter contribuído para a propagação do coronavírus em várias cidades brasileiras, aqui em Belo Horizonte o primeiro caso, de acordo com a PBH, só foi registrado um mês após a folia. 

Vacina à vista 

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Itatiaia, nesta segunda-feira, o governador de São Paulo, João Doria, disse que a vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, deve ser liberada para aplicação em massa no Brasil em janeiro de 2021, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O teste da vacina, segundo ele, está na fase 3, com mais de 9 mil voluntários sendo imunizados no país, inclusive em Minas Gerais. 

Também em exclusiva à Itatiaia, o ex-ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta havia afirmado que alguma vacina sairia ainda neste ano, até dezembro, e que ele só não sabia qual delas seria e em quanto tempo seria possível imunizar a população em massa. Estaríamos diante de uma esperança? Estaríamos em fevereiro todos nós imunizados? Se estivermos, daria tempo de estruturar a festa em sua data tradicional no calendário? Poderíamos retomar às aulas, ao trabalho, a uma rotina do antigo normal? São perguntas que ainda não têm resposta. 

Reunião com comerciantes  

Na próxima quarta-feira (29), a Prefeitura de Belo Horizonte se reúne com comerciantes da capital. Pode haver entrevista coletiva na própria quarta ou na sexta-feira (31). Por enquanto, a PBH permite o funcionamento apenas do essencial e está em nível máximo de alerta já que na sexta-feira passada a taxa de transmissão que tinha, anteriormente, alcançado o patamar de 1,00 subiu para 1,02. Não é o número mais alto atingido na capital, mas segundo a prefeitura apresenta risco suficiente para impedir a flexibilização da abertura neste momento. 

Morte de profissional da saúde

Belo Horizonte registrou, nesse fim de semana, a primeira morte de profissional da saúde, da linha de frente do combate à doença, infectado pelo coronavírus. Gerônimo era técnico de enfermagem na UPA Barreiro e ficou três semanas internado no CTI. Há um mês, segundo o médico Bruno Pedralva, do Conselho Municipal de Saúde, Gerônimo estava em um plantão de domingo quando mais de 8 pacientes aguardavam CTI por mais de 12h, com apenas 2 respiradores mecânicos e uma sala de emergência com apenas 6 leitos. “Estive com ele nesse plantão: ele e seus EPIs se derretiam com seu esforço e seu suor para cuidar dos pacientes!”, escreveu Bruno em uma nota de pesar. Nesta terça (28), às 11h, profissionais de saúde do SUS em BH vão fazer um minuto de silêncio pela morte do colega. 

Queda em 15 dias 

O secretário estadual de saúde, Carlos Eduardo Amaral, disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira que a ocupação dos leitos em Minas está estabilizada há dez dias e que a previsão é que em meados de agosto os números da covid-19 comecem a cair no estado. 

Minas Consciente

Na próxima quarta-feira (29), o estado deve anunciar a nova versão do Programa Minas Consciente, de retomada das atividades econômicas. Ele está sendo elaborado após consulta pública que ficou aberta por uma semana. Em entrevista exclusiva à Itatiaia, o secretário-adjunto de desenvolvimento econômico, Fernando Passálio, adiantou que uma das alterações deve ser a redivisão do estado para fins de aplicação das ondas, em microrregiões, para que as regras sejam mais precisas. 

Abrindo o Jogo 

O entrevistado do Abrindo o Jogo desta semana é o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Minas Gerais, Raimundo Cândido Junior, que afirmou que advogados de Brasília estão tentando atrapalhar a instalação do Tribunal Regional Federal 6 em Minas por medo de perder clientes. Hoje, 40% dos processos que estão na unidade que fica na capital federal são de Minas. A abertura de uma unidade aqui, de acordo com o presidente da OAB Minas, pode reduzir em até 10 anos o tempo de espera em alguns processos. Apesar do contratempo, ele acredita que a votação definitiva no Congresso e a instalação saiam ainda neste ano. 

Italive 

Nesta segunda-feira, às 21h, tem Italive Abrindo o Jogo, ao vivo, no instagram da @itatiaiaoficial com a escritora Patrícia Meirelles e é um papo muito valioso para superar a crise econômica que veio com a pandemia, inclusive usando as redes sociais. Ela parte da ideia de que empreender fica mais fácil quando você segue o seu propósito de vida. O primeiro passo dessa jornada é em direção ao nosso mundo interior. @patriciameirelles fez isso e compartilha com a gente a "Arte da Conexão". Ela aprendeu a conversar por meio do coração. Quem quiser aprender também é só vir com a gente! Ela é a convidada da #Italive Abrindo o Jogo, às 21h, hoje, na página da @itatiaiaoficial

*As definições de palavras do dia a dia da política que citamos aqui você encontra no do ABC da Política, para consulta e compartilhamento, no Instagram @reporteredilenelopes.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link