Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

A emoção voltou...

09/03/2020 às 10:05
A emoção voltou...

Em 2019, Atlético e Cruzeiro disputaram clássicos mornos e o último pelo campeonato brasileiro foi um 0 x 0 da pior qualidade.

O de sábado fez diferença, com mais intensidade, bons lances, gols marcantes e cada time mostrando caras novas e emoção até o fim.

O Atlético dominou o primeiro tempo e aproveitou a opção do Cruzeiro de jogar mais contido esperando a bola salvadora do contra-ataque. O Galo tinha uma defesa bem sólida e poucas chances apareceram com Marcelo Moreno isolado e bem marcado. Quando chegou ao empate, o Cruzeiro acreditou que poderia vencer e esteve perto. O Atlético mostrava sinais de cansaço pela correria do primeiro tempo, o que tem sido uma constante nos seus jogos.

Adilson Batista fez boas alterações no time azul, e no Atlético a entrada de Cazares e Tardelli mostrou dois jogadores (muito  bons, por sinal) fora de forma.

Otero estava calibrado e seu chute nos acréscimos selou os 2 x 1 para o Atlético.

O clássico deixa uma boa imagem, a começar pela juventude do Cruzeiro em fase de amadurecimento, o público de 55 mil presentes, a boa atuação da polícia e a arbitragem competente e disciplinadora.
Há críticas sobre gozação das torcidas. Isto faz parte do futebol desde que rolou a primeira bola. 

Se não houver ofensas pessoais, racismo, violência e baixarias, as manifestações do público compõem o ritual dos grandes jogos.

Estádio é lazer, local de soltar adrenalina, curtir a paixão pelas camisas imortais. Tomara que não seja o único jogo do ano. O público merece mais!

Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link