Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

O VAR no banco dos réus

20/11/2020 às 12:36
O VAR no banco dos réus

A chegada do VAR ao futebol foi, sem dívida, uma ótima ideia. A execução, nem tanto.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, acaba de abrir uma discussão para melhorar a decisão dos impedimentos com mais rapidez e segurança, adotando, quem sabe, um sistema semiautomatizado e criando, ao mesmo tempo, um “VAR light”, com custos mais baixos.

Alguns fornecedores de tecnologia já se apressaram em apresentar propostas, e o assunto começou a ganhar adeptos.

Aqui no Brasil temos uma paralisação irritante, com torcida, jogadores e imprensa esperando o veredito. Isso tira do futebol um lado emocionante e esfria o clima do jogo. A torcida vê e percebe a perda de calor da partida, essência do futebol.

Os juízes passaram a não assumir responsabilidade, esperando a decisão da telinha.

O VAR é elitizado, só aplicado nas competições de ponta. A Série B, por exemplo, não o tem.

Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, continua relembrando o gol anulado do Luciano no jogo entre Atlético e São Paulo, mas não abriu a boca sobre o pênalti não marcado a favor do Galo no duelo contra o Corinthians.

Aproveitando o momento da decisão sobre o VAR, a Fifa deveria colocar na pauta o famoso “bola na mão, mão na bola”. Cada juiz tem uma avaliação diferente e não há uma definição de como a lei deve ser aplicada. Há exagero na marcação de pênaltis ou anulação de gols. Criou-se agora uma novidade: o atacante chutar a bola na direção do defensor esperando que ela toque na mão ou no braço.

Sempre haverá polêmica no futebol. O esporte mágico que se joga dentro dos quatro linhas não pode se tornar espetáculo de tecnologia. Que venha esse aperfeiçoamento do VAR, em nome de um futebol mais justo e vivo, mas sem perder o clima de espetáculo, único e inigualável.

O VAR não deve ser condenado, deve ser melhorado. A bola agradece.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Separação do cantor sertanejo e da influencer vem gerando discussões pelas redes sociais brasileiras #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Nadya França aproveitou para prestar solidariedade a família de Hilma Balsamão de Moraes. #Itatiaia

    Acessar Link