Notícias

Covid-19: número de óbitos é corrigido pelo governo, e Minas chega a 940 mortes

Segundo o governo, as mortes foram notificadas no momento em que as equipes técnicas da Secretaria estavam concluindo as análises pertinentes ao fluxo de trabalho

Por Da Redação , 29/06/2020 às 19:15
atualizado em: 29/06/2020 às 20:32

Texto:

Foto: Pixabay
Pixabay

RESUMO

  • Número de óbitos por Covid-19 em Minas é corrigido e Estado chega a 940 mortes
  • Segundo o governo, as mortes foram notificadas no momento em que as equipes técnicas da Secretaria estavam concluindo as análises pertinentes ao fluxo de trabalho
  • A taxa de ocupação de leitos de UTI em Minas é de 87,65%
     

A Secretaria de Estado de Saúde corrigiu nesta tarde de segunda-feira (29), em um boletim excepcional, o número de mortes confirmadas por coronavírus em Minas, passando de 918 para 940. Foram acrescentados 22 óbitos, todos eles em Belo Horizonte. Segundo o governo, as mortes foram notificadas no momento em que as equipes técnicas da Secretaria estavam concluindo as análises pertinentes ao fluxo de trabalho. Essa atualização, portanto, foi feita para manter os dados alinhados aos da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

Entretanto, os números informados no novo boletim do Estado estão diferentes dos dados informados pela PBH nesta tarde. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, a capital tem 130 mortes e 5.310 casos confirmados de coronavírus. Segundo a prefeitura da capital, são 129 mortes e 5.510 casos.

A Itatiaia questionou o governo de Minas sobre a disparidade dos dados, já que o objetivo do boletim excepcional seria manter o alinhamento com os números da prefeitura da capital. A assessoria de imprensa do Estado informou que a diferença é justificada por uma questão técnica, em decorrência de uma mudança de metodologia adotada pelo Estado recentemente.

A taxa de ocupação de leitos de UTI em Minas é de 87,65%. E a de leitos de enfermaria é de 72,71%.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link