Notícias

Victor elogia Cleiton e diz que ainda não se vê na melhor condição para voltar a jogar

Por Redação, 19/11/2019 às 17:43
atualizado em: 19/11/2019 às 17:58

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Após ficar quatro meses parado recuperando-se de uma tendinite no joelho esquerdo, o goleiro Victor voltou a ser relacionado para uma partida no último fim de semana, quando viajou ao Rio de Janeiro com a delegação e ficou no banco de reservas contra o Fluminense, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista nesta terça-feira, o camisa 1 alvinegro disse que ainda não está 100% para reassumir o gol e elogiou o seu substituto: o jovem Cleiton.

Como o Atlético ainda não alcançou a pontuação necessária para se livrar do rebaixamento, o mais seguro seria manter Cleiton no gol, já que o camisa 40 vem jogando frequentemente. No entanto, depois que o clube se garantir na Série A, Victor poderia ser testado para ir ganhando ritmo.

Mas o goleiro disse não ter “vaidade” para ser titular e que pode esperar mais tempo justamente devido ao período em que ficou parado.

“Estou voltando para fazer aquilo que for preciso para ajudar o Atlético. Não tenho essa vaidade de jogar, de ter que ser titular. Muito pelo contrário, sou funcionário do clube e quero fazer o melhor para o clube. Evidentemente, pelo tempo que eu passei parado, não me vejo ainda na melhor condição por estar sem ritmo”, disse.

A última partida de Victor foi no dia 17 de julho, quando o Atlético venceu o Cruzeiro por 2 a 0, no Independência, mas foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil. As dores no joelho o impediram de continuar jogando e o tempo de recuperação – estimado inicialmente em 15 dias – demorou mais que o previsto.

Faltando cinco rodadas para o fim do Brasileirão, o Atlético poderá escapar do risco de queda nos dois próximos jogos. Com 41 pontos, a equipe enfrenta Athletico-PR, no Mineirão, e Bahia, na Fonte Nova. Caso conquiste mais quatro pontos, o clube se livra do fantasma da Série B. Assim, Victor poderia voltar ao gol nas partidas finais que não terão a pressão pela vitória.

“Mas se precisar jogar, caso queiram contar comigo jogando, vou fazer o meu melhor. Claro que, se em um cenário um pouco mais tranquilo em termos de tabela, isso me dá mais tranquilidade, até porque estou sem jogar desde julho. É procurar evoluir dia a dia nos treinamentos para sentir 100% seguro na hora de atuar”, frisou.

Cleiton

Victor elogiou o seu substituto no gol neste período em que ficou no departamento médico. Constantemente convocado para a Seleção Brasileira Olímpica, Cleiton vem de atuações seguras na maioria dos jogos.

“Sempre falei em entrevistas e nos bastidores que vejo o Cleiton como uma das principais promessas, um dos principais nomes da posição do futebol brasileiro. Tem tudo para ser um goleiro de nível de seleção, de chegar a disputar o Mundial. Ele vem mostrando sua capacidade. Desde que ele chegou aqui tem demonstrado um grande potencial e vem mantendo uma constância nos jogos”, finalizou.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link